For a better experience on MUBI, update your browser.

Ratings & Reviews

  1. Güven Şahinkanat's rating of the film No, or the Vain Glory of Command

    Instead of being a director,he should buy a typewriter.The more important he should have written a book.

  2. Mariana Narciso's rating of the film No, or the Vain Glory of Command

  3. Paulo Late's rating of the film No, or the Vain Glory of Command

    quem diz mal do cinema do manoel de oliveira, nunca o viu

  4. Karthik's rating of the film No, or the Vain Glory of Command

    A mysteriously effective projection of the microcosm of the human psyche in all its self-divided glory onto the macrocosm of human history, its yes of cultural advancement and its no of war and destruction; in other words a sort of Emersonian history (history as the temporal unfolding of the Mind) at its most persuasive, persuading even skeptics (count me one) by force of its visual and narrative strangeness.

  5. Alex Fernandej's rating of the film No, or the Vain Glory of Command

    "mas o que é afinal, a máquina do mundo? a máquina do mundo? É O PITO PÁ!"

  6. Sebas Castro's rating of the film No, or the Vain Glory of Command

    "Que pode haver aqui que fazer, que morrermos todos?" D.Sebastião - "Morrer sim, mas devagar!"

  7. Virgílio Dias's rating of the film No, or the Vain Glory of Command

    Para mim é sem dúvida o melhor filme do Manoel de Oliveira. Excelente retrato de toda a história portuguesa, como só ele sabe fazer. 3 minutes ago

  8. José Neves's rating of the film No, or the Vain Glory of Command

    Cinematography by Elso Roque.

  9. João Biscaia's rating of the film No, or the Vain Glory of Command

    Um filme humanista, quase anti-guerra (porque não é da guerra que trata, mas do mandar - a guerra é o que vem pelo meio), que é exacto ao dar a resposta a tudo com a Verdade, porém dizendo que a verdade não é o Fim. O que é ser português? Foi Viriato o primeiro e o Alferes Cabrita o último por pela pátria terem morrido? Vã glória, então, essa a de ser português.

  10. Helder Costa's rating of the film No, or the Vain Glory of Command

    “…O Non não é assim. Por qualquer parte que o tomeis sempre é serpente, sempre morde, sempre fere, sempre leva o veneno consigo. Mata a esperança, que é o último remédio que a natureza deixou a todos os males... “ O filme que todos os portugueses deviam ver, a visao profetica do designio portugues...o quasi, o non...o ser-se negado pela conspiracao divina no momento da verdade...o ser-se portugues...

  11. chanandre's rating of the film No, or the Vain Glory of Command

    [Cinémathèque PT #35: 35 mm]