För en bättre upplevelse på MUBI, uppdatera din webbläsare.
Desculpe, este especial não está disponível no seu país
Veja o que está sendo reproduzido

Vida nas Margens: O Cinema de Sólveig Anspach

Especial MUBI

Ao navegar pelo universo em constante expansão e geralmente avassalador do cinema comercial, é comum descobrir que certos autores não receberam o nível de reconhecimento crítico ou a aclamação do público que mereciam.

Sólveig Anspach, uma diretora islandesa que passou a maior parte de sua vida trabalhando na França, pode certamente ser considerada uma cineasta cuja voz foi apenas parcialmente descoberta e celebrada. Em cada um de seus filmes, ela cria um olhar silenciosamente atento e, ao mesmo tempo, habilmente sutil na forma como uma disposição ou emoção é expressada na tela. Estreando com seu primeiro longa no final dos anos 90, ela entrou no circuito dos festivais com impressionante rapidez e distinção.

Seu cinema é aquele que zela, examina e salvaguarda as lutas íntimas do ser antes de mais nada. Mulheres passando por crises de meia-idade, enfrentando obstáculos interiores ou lutando para garantir uma vida melhor geralmente são as personagens centrais de suas narrativas.

MUBI tem o orgulho de apresentar três de suas principais realizações por trás da câmera. Filmes que demonstram uma transição gradual de seu foco, de dramas a comédias, todos compartilhando uma missão clara e particularmente urgente: mergulhar na existência daqueles que vivem nas margens e deixam seus próprios incidentes se desenrolarem no centro da imagem.

O Efeito Aquático

Sólveig Anspach França, 2016

O último filme da roteirista e cineasta Sólveig Anspach, O Efeito Aquático analisa gentilmente a estranha natureza do amor enquanto oferece a quantidade certa de parvoíce e sinceridade do elenco. Uma comédia romântica excêntrica e encantadora que conquistou o Prêmio César de Melhor Roteiro Original.

Lulu Nua e Crua

Sólveig Anspach França, 2014

Encerramos nossa série sobre a diretora Sólveig Anspach e seus retratos otimistas e íntimos de vidas nas margens. A decisão precipitada de deixar sua vida para trás desencadeia lutas internas, mas belos encontros para uma mulher vazia, mas logo revigorada, cordialmente interpretada por Karin Viard.

Queen of Montreuil

Sólveig Anspach França, 2012

Continuamos nosso especial para celebrar os filmes da diretora islandesa radicada na França, Sólveig Anspach, e seu talento para transformar situações trágicas em comédias extravagantes e comoventes! A dor é absolvida por vários caminhos estranhos (e catárticos) nesta excêntrica fábula moderna.

Back Soon

Sólveig Anspach Islândia, 2008

MUBI tem o orgulho de apresentar a cineasta Sólveig Anspach com três de seus principais trabalhos! Uma mãe traficante de drogas quer deixar para trás a fria e dura Islândia nesta comédia magnânima e revigorante, retratando a vida nas margens através dos personagens mais enérgicos e encantadores.

A vida é curta demais para filmes ruins

Todos os dias nós escolhemos a dedo um novo filme maravilhoso e você tem um mês inteiro para assisti-lo. Por isso há sempre 30 filmes perfeitamente escolhidos para descobrir.